PAÍS: world
IDIOMA:
PAÍS:
Home voltar para home

Gestão de RH - 16/04/2021

Como os RHs se inserem na discussão sobre diversidade

A diversidade e a inclusão no mercado de trabalho são temáticas que deveriam ser amplamente discutidas em todas as organizações, mas na maior parte delas é tratada superficialmente. Ainda que seja um processo guiado e colocado em prática pelo setor de Recursos Humanos, a inclusão e geração de diversidade é uma estratégia de negócio e deve ter uma participação maior das lideranças executivas.

 

Uma pesquisa realizada pela Forbes Insights indicou que 65% dos executivos acreditam que a responsabilidade por implantar programas de inclusão e diversidade é do Recursos Humanos, enquanto 45% julgam ser responsabilidade também das lideranças de negócios.

 

Apenas para se ter uma ideia da importância de promover diversidade, inclusão e inovação nas empresas, vale citar um dos muitos estudos realizados nesse campo. Um cálculo feito em 2018 pelo World Bank indicou que se não houvesse diferença de remuneração entre homens e mulheres a economia global seria enriquecida em US$160 trilhões.

 

O que é a diversidade

 

Para promover a diversidade e inclusão no local de trabalho é preciso, primeiro, entender o que significam esses conceitos e replicá-los internamente em ações educativas, pois grande parte dos colaboradores também não os conhecem tal como deveriam.

 

Trata-se de entender, aceitar e valorizar as diferenças entre as pessoas. É comum considerar, como diversidade, as raças, etnias, gênero, deficiências e orientação sexual. Mas é preciso incluir as diferenças de educação, de personalidade, habilidades, geração, experiências e bases de conhecimento.

 

Assim, unir pessoas com visões e vivências diferentes sobre o mesmo assunto é uma forma de colocar novos pontos de vista sobre a mesa, o que agrega muito valor a qualquer estratégia e decisão que está sendo tomada. É um diferencial de mercado valioso frente aos concorrentes que se mantêm sempre guiados pela mesma visão e não buscam a inovação.

 

Como o RH se insere nessa discussão

 

Uma estratégia de negócio focada em inovação deve ter, como um dos objetivos, a promoção da inclusão no ambiente de trabalho, e para que as lideranças e os colaboradores enxerguem através da lente da diversidade é preciso que esse pensamento seja parte dos valores da organização.

 

Portanto, o Recursos Humanos é o setor que tem as ferramentas necessárias para colocar em prática essa estratégia. Por exemplo, um processo seletivo justo é aquele que muitos profissionais da área chamam de “seleção às cegas”, no qual são avaliadas as qualificações do candidato. Essa prática não excludente garante que a contratação seja um reflexo natural da diversidade da sociedade.

 

Obviamente, contratar funcionários de diversos perfis não é o suficiente para a empresa alcançar seus objetivos nessa temática. Assim, ainda cabe ao RH – junto da gestão executiva – definir estratégias de retenção e de valorização das ideias desses colaboradores.

 

Boas práticas para inclusão

 

A Universidade Cornell, nos EUA, realizou uma pesquisa com 330 executivos de RH para descobrir quais são as boas práticas que as empresas devem adotar para garantir inclusão e diversidade. São elas:

 

Tratamento justo e acesso igual às oportunidades


Existe um foco cada vez maior do RH em equilibrar as oportunidades e o tratamento dos funcionários. Independente de raça, cor, religião ou gênero, ou identificação de gênero, todos devem ser avaliados com base em critérios que não excluam as pessoas com base nesses temas, mas que promovam o aprendizado e a especialização.

 

Comprometimento das lideranças com a diversidade


Esse é um outro ponto muito importante para a implementação de qualquer política de diversidade. A alta liderança precisa apoiar abertamente essa mentalidade e, inclusive, dar o exemplo.

 

Representatividade em todos os níveis executivos


Isso significa que as empresas precisam, cada vez mais, observar que a alta liderança reflita a diversidade.

 

Promoção de educação e treinamento sobre diversidade


As empresas são movidas por pessoas — diferentes idades, educação, níveis sociais e visões de mundo trazem benefícios à organização. Entretanto, algumas visões mudaram no avanço das gerações. Por isso, é muito importante investir em educação e treinamento, deixando todos na mesma página.

 

Assim, é simples entender que os líderes de negócio que abdicam suas responsabilidades nesse tema e demandam que todo o processo seja gerenciado e guiado pelo RH estão perdendo oportunidades no mercado. Afinal, uma empresa que se preocupa com a inclusão e a diversidade tem impactos positivos na marca e na performance de resultados.

VOLTAR